tantra para casais

Quando falamos de Tantra para casais a intimidade dentro de um relacionamento é um fator extremamente importante. Afinal, é ela que nos permite estar entregue numa relação e confiar plenamente no parceiro(a) na hora H.

A importância é tamanha dentro de um relacionamento que sua ausência é uma das grandes causadoras de problemas sexuais para ambos os sexos.

Ejaculação precoce, Ejaculação retardada, dificuldade para atingir o orgasmo e outras questões desafiadoras estão intimamente ligadas com essa falta de intimidade que reforça crenças limitantes e bloqueios que um dos lados já possui.

Sem ela, não há prazer, sensações ou orgasmo. Mas, vale ressaltar que quando digo “intimidade” não estou necessariamente falando para casais. Se você for solteiro (a), também precisará estabelecer uma relação de confiança com seu par, mesmo que seja apenas um ficante ou seu “crush”.

Nesse artigo, iremos apresentar os 5 principais pontos do nosso corpo que quando tocados aumentam a intimidade do casal.

No entanto, eu preciso te passar um pouco mais de conhecimento sobre o Tantra, antes mesmos de começarmos, assim você entenderá completamente.

Pois, caso seja realizado de outra forma, pode surgir o efeito contrário e quem recebe o toque passar a se fechar.

Mas, fique tranquilo! Ao longo desse texto trabalharemos cada aspecto com calma.

Tantra para casais: Olhando seu parceiro além do

aspecto físico

Se você acha que nosso corpo é composto por apenas aquilo que vemos, precisaremos conversar um pouco mais. As filosofias orientais, incluindo o Tantra, nos ensinam que o ser humano é composto por diversos aspectos, sendo eles: físicos, mentais, emocionais e energético.

Vale lembrar que cada um deles não é independente e que eles influenciam um ao outro. Mas, é preciso levar isso em conta antes de tocar as regiões que trabalharemos aqui.

Quando abordamos o mental, lidamos com o subconsciente.

Ou seja, as crenças os tabus que aquela pessoa já possui. É muito difícil que em apenas uma relação sexual ou massagem tântrica a pessoa se desvincule dessas questões que são extremamente profundas e enraizadas.

Mas, cada experiência boa e prazerosa que contradiga suas crenças já é uma somatória para que ela se sinta cada vez mais liberta dessa limitação.

Já os aspectos emocionais são ligados a emoção do momento. Sabe quando a pessoa sente medo de iniciar uma relação ou está ansiosa? É o lado emocional dela em ação.

O aspecto energético é amplamente estudado pelo tantra, mas para os ocidentais ainda pode ser novidade.

 

A energia

A energia é algo inerente do nosso corpo. Técnicas milenares como budismo, taoísmo e hinduísmo já utilizam todo o potencial do que muitos chamam de “bioenergia” (um ponto também estudado por Carl Jung).

Em nosso corpo, existem vórtices de energia que chamamos de Chakras, eles são como a coluna vertebral de nossa energia. No entanto, ela precisa circular em todo nosso corpo e por isso se subdivide em meridianos e nadis. São como pequenas veias que carregam a energia ao longo do nosso corpo.

O toque nessas regiões leva uma determinada informação para nossos órgãos e outras partes do corpo. É o que chamamos de reflexologia.

Há alguns anos no Brasil, eram comercializadas meias onde na sola dos pés estavam estampadas diversas áreas do nosso corpo como fígado, rins e outros órgãos. Você se lembra? Essa meia nada mais é do que a ilustração da reflexologia.

Ou seja, pontos específicos que se apertados da forma correta são massageiam, relaxa e acariciam todas as áreas do nosso corpo.

Se você está em busca de dicas de tantra para casais, vai se surpreender com o apanhado de conhecimento que trouxemos por aqui. Simplesmente porque não adianta explicarmos os locais, precisamos mostrar todo o contexto para que você entenda completamente e possa aplicar no seu parceiro.

Agora, vamos falar sobre áreas do nosso corpo para aumentar a intimidade?

1.     Palma das mãos

A palma das mãos é um mini centro holístico do nosso corpo. Além da reflexologia que nós já citamos, é um ponto que irradia a energia que vem direto do coração.

Você já tentou mostrar as palmas das mãos para alguém que não conhece, ou ser tocado por um desconhecido? É uma experiência bem desconfortável. Isso acontece porque ali está uma energia muito íntima que demonstra toda nossa vulnerabilidade.

Vale entender que no Tantra para casais a vulnerabilidade não é algo ruim, pelo contrário. É assumindo suas vulnerabilidades que passamos a criar uma conexão mais forte com o parceiro e juntos conseguimos superar os aspectos mais desafiadores em nós mesmos.

2.     Rosto

O rosto é uma área muito íntima, embora tenha alguns pontos reflexológicos, a função aqui é outra. Nosso subconsciente entende o rosto como um local pouco toucado, onde apenas aqueles muitíssima confiança acariciam.

Já que é uma região sensível do nosso corpo.

3.     Planta dos pés

A planta dos pés é semelhante à palma das mãos. É um mini sistema holístico com diversos pontos. Fazer uma carícia ali, é como acariciar o corpo todo.

Isso gera uma intimidade gigantesca quando tocado com amorosidade e carinho.

“Ah, mas e a cosquinha?”

A diversão faz parte do sexo. Caso os dois se sintam confortáveis, por que não colocar uma boa dose de riso ao momento? Sexo, além de intimidade e prazer, é também risos e alegria.

Mas, aqui vale o diálogo. Converse com seu parceiro antes da hora H e identifique o ambos estão dispostos a colocar na relação.

4.     Região interna das costelas

As costelas guardam nossos órgãos vitais. Em outras palavras, são como as guardiãs das áreas mais sensíveis do nosso corpo. Sendo assim é um local que mantemos protegidos e raramente deixamos alguém tocar exceto se for de extrema confiança.

Deixar que seu parceiro toque a parte interna das suas costelas envia uma mensagem para o cérebro de que aquela pessoa é confiável.

Quando falamos de tantra para casais é extremamente importante levarmos em consideração esse aspecto: não se trata apenas de tocar, mas também deixar ser tocado. O que fortalece a intimidade, além de demonstrar afeto e amorosidade ao seu parceiro é também se expor a esse afeto e amorosidade.

É abrir seu coração para o outro e demonstrar sua vulnerabilidade.

5.     Região interna das coxas

Essa área tem um potencial duplo: além de criar uma intimidade incrível entre quem toca e é tocado, também é uma área erógena do corpo.

Todo nosso corpo tem capacidade de nos proporcionar prazer. No entanto, alguns específicos trazem arrepios e uma excitação de uma forma diferente que os demais. É assim que funciona com a parte interna das coxas.

Por ser próximo da Yoni (vagina) e Lingam (Pênis) gera a curiosidade: será que seremos tocados lá, será que não?

Como tocar seu parceiro no tantra para casais

Nós já falamos de cinco áreas muito interessantes para gerar intimidade entre um casal. No entanto, como tocar essas regiões?

É extremamente importante que o toque seja realizado de forma sutil e amorosa, com delicadeza e demonstrando que o outro pode confiar em ti.

Seja gentil e não “pese” a mão na hora das carícias.

Dentro da massagem tântrica, possuímos uma técnica chamada de “sensitive” que é apenas uma das práticas que ensinamos em nosso curso de tantra online. Ela, é excelente para explorar essas áreas.

Caso queira aprofundar seu conhecimento no tantra para casais, clique aqui e descubra um mundo inimaginável de prazer e possibilidades orgásticas!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *