• contato@tantrayogalab.com.br

O que é sexo tântrico e como iniciar-se


O que é sexo tântrico?

Templo sagrado de Khajuraho – Índia

O tantra é uma filosofia comportamental que tem seus primeiros registros, a mais de 5000 anos, numa região onde hoje é a Índia. A região era ocupada por uma etnia chamada “Drávida” em que valores matriarcais, sensoriais e desrepressores eram praticados. A cultura tântrica, ao longo dos séculos, foi sendo reprimida e substituída, na índia, pelos valores patriarcais e outras etnias dominantes.

A cultura e a sabedoria tântrica ancestral foi muito perseguida e teve de ser escondida e cuidada para não ser esquecida nem destruída. Mas em meados do século XX, um mestre indiano, Osho, deu início a um movimento chamado Neo-Tantra. Osho resgatou muitos daqueles valores do Tantra clássico e associou-os a uma prática terapêutica orientada para o homem ocidental moderno.

Osho

Osho usava uma metodologia desrepressora e libertária, onde a sexualidade era tratada de forma espontânea e natural. o Tantra de Osho contribuiu muito para que Tantra fosse tratado quase como sinônimo de uma sexualidade mística e muitas vezes ser confundido com promiscuidade e libertinagem.

O que é sexo tântrico na sociedade atual?

Hoje em dia o chamado “sexo tântrico” é um termo muito controverso entre os praticantes de tantra.  Ele já caiu na boca do povo e é tratado como uma simplificação de algo muito maior, que é o tantra. Em alguns ambientes é banalizado, até mesmo ligado a promiscuidade sexual ou prostituição.

Mas tudo bem. No meu ponto de vista o “sexo tântrico” é um termo válido e é, muitas vezes, uma porta de entrada para aqueles que desejam explorar a própria sexualidade de uma maneira mais profunda e ter experiências mais verdadeiras.

E sim. É possível viver orgasmos transcendentais, orgasmos oceânicos, hiper orgasmos e muito mais…

Nesse artigo vou trazer para você os principais conceitos relacionados ao “sexo tântrico” e oferecer gratuitamente ferramentas utilizadas pelos principais terapeutas tântricos do país para você iniciar-se sem medo de errar.

A consciência tântrica está crescendo

Meditação ativa

Cresce a cada dia o  número de centros que trabalham com “terapia tântrica”. Ambientes que oferecem “meditações ativas”, “massagens tântricas” e buscam trazer a seus clientes nova experiências no âmbito da sexualidade e da transcendência. Que prometem, e muitas vezes conseguem cumprir o objetivo de levar seus clientes a vivenciar estados búdicos de consciência através do uso terapêutico da energia sexual.

Leia também: Massagem tântrica: O que ninguém te contou.

Mas é importante entender que esse não é um trabalho mágico e milagroso para se alcançar estados de prazer extraordinários. É sim possível vivenciar orgasmos em um outro nível. Mas este é um trabalho ,sobretudo, meditativo, de desenvolvimento sensorial, expansão da consciência e aprimoramento da sexualidade humana.

Sexo tântrico não é para todos

O sexo tântrico não é pra qualquer um. Há aqueles, por exemplo, que entram em uma sessão de terapia tântrica e saem frustrados. Normalmente são pessoas que buscam uma “pílula mágica do prazer”. São imediatistas e não compreendem que o Tantra exige entrega e mais algumas coisinhas de quem o pratica.

Para iniciar-se no sexo tântrico é preciso, antes de tudo, estar disposto a esquecer tudo aquilo que sabe sobre sexualidade e abrir-se para uma experiência nova e meditativa. Algumas pessoas fogem dessa palavra “meditação” porque associam-na a algo chato, sem graça e sem nenhuma intensidade.

Mas aqui trata-se justamente do contrário. O estado meditativo é um estado de alerta máximo, de presença, de não julgamento. Um estado de entrega e de dissolução do intelecto que costuma julgar, categorizar e sabotar as experiências. O estado meditativo é um estado de estar 100% presente, de estar TOTAL, ali, naquele momento e entregando-se as sensações, sem pudor.

E isso é um baita desafio. Principalmente pra quem vive uma vida excessivamente intelectual e não está acostumado a libertar os próprios sentimentos, as próprias emoções e vive sempre no planejamento do amanhã ou no julgamento do que aconteceu ontem.

Sexo tântrico X masculinidade tóxica

Outra coisa necessária pra quem deseja praticar e sentir o que é sexo tântrico é esquecer tudo aquilo que sabe sobre o sexo tradicional. Os homens devem esquecer esses conceitos de que “emoção é coisa de mulherzinha”, deixar de lado tudo aquilo que aprendeu sobre sexo nos filmes pornográficos e nas rodas de bar masculinas.

Toda preocupação relacionada ao desempenho sexual e a virilidade só servem para atrapalhar. O tantra não é um caminho da mente, de alcance de metas. Essas preocupações tiram o indivíduo do campo sensorial e boicotam a maioria das experiências que tem algum significado mais profundo.

Na terapêutica tântrica usamos o orgasmo como ferramenta para “matar o ego”. Ou seja, o orgasmo é uma espécie de “momento de morte”. No momento do orgasmo o indivíduo não pensa nada, não julga nada. Ele apenas É.

Os orgasmos descritos pelos praticantes de tantra são orgasmos de corpo inteiro, orgasmos expandidos, em que muitas vezes, as pessoas relatam uma sensação de perda dos limites corporais. Muitos relatam uma profunda conexão com sua natureza mais íntima e com a existência a sua volta.

O tantra está relacionado a um caminho sensorial. É baseado em valores e características essencialmente femininas, como a entrega, a amorosidade, a confiança, a intuição, a criatividade. Portanto todas essas necessidades egóicas de desempenho só atrapalham uma vivência tântrica.

Hora de praticar!

Dito isso o próximo passo para quem deseja aventurar-se no tantra é praticar. Existem variadas formas e meditações que auxiliam nesse processo. Para quem é iniciante e deseja ter um primeiro contato com algumas técnicas iniciais nós oferecemos o nosso workshop gratuito sobre tantra.

Então, para participar é muito simples. Basta colocar seu email e inscrever-se, que você receberá as videoaulas no seu email durante uma semana.

Além de desenvolver-se sensorialmente e iniciar-se no tantra, você terá em mãos ferramentas muito valiosas para vivenciar suas relações amorosas com presença e totalidade. Também aprenderá técnicas de meditação em casal, que poderá praticar com aquela pessoa especial.

Mas cuidado! Não recomendamos fazer esses exercícios com qualquer um.

Porque são práticas que, sobretudo, criam e aprofundam laços amorosos, de confiança e intimidade. Promovem conexões em variados níveis energéticos e são elaboradas para casais que desejam ir fundo em suas relações.

Sobretudo devem ser praticadas com alguém em que você já deposita uma certa confiança. Alguém com quem você sinta-se a vontade para ser o mais autêntica possível. Ou pelo menos alguém com quem você deseja sinceramente desenvolver essa confiança e entregar-se.

Vamos um pouco além?

E pra você que já fez o nosso workshop gratuito ou outras vivências conosco e deseja dar mais um passo nas técnicas relacionadas ao sexo tântrico nós preparamos artigos mostrando o que são e como fazer as massagens tântricas masculina, a Lingam massagem, e a massagem tântrica feminina, a Yoni massagem.

São esses os artigos:

Yoni massagem: passo a passo completo

Lingam massagem: o que é e como fazer?

Se você já conhece o tantra e deseja ir realmente fundo nesse desenvolvimento e conhecer o nosso método completo sobre sexo tântrico com todas as técnicas de meditação, massagens, práticas sexuais e uma mentoria personalizada conheça o nosso Curso de sexualidade e massagem tântrica.

Uma nova sexualidade te espera!


Comentários

  1. Maria Célia Rocha Veiga disse:

    Gostaria de saber o vcs tem pra indicar para homens que passar pelo processo de cirurgia de próstata.



Deixe um Comentário