A meditação é um dos meios mais importantes para nos conectarmos ao nosso próprio corpo, expandirmos nossa consciência e melhorar nossa mentalidade em diversas áreas. Mas, você sabe exatamente o que é a meditação tântrica e como ela pode te ajudar?

Nesse artigo, vamos conversar sobre essa prática tão incrível e ainda vamos falar 5 coisas sobre a meditação que você ainda não sabia!

Então, sem enrolação. Vamos começar?

Mas, afinal, o que é meditação?

Antes de aprofundarmos o tema, vamos começar do básico: o que é meditação?

Na realidade, esse tema é um ponto mais complexo do que se imagina, pois a definição depende do contexto em que ela está inserida. Ou seja, tudo vai depender da origem religiosa, do grupo que a prática e até do objetivo final.

Mas de forma resumida podemos dizer que a meditação são práticas que possibilitam a diminuição da frequência de pensamentos e o direcionamento energético para uma finalidade específica. Por exemplo: relaxamento, foco, expansão da consciência e assim por diante.

No ambiente acadêmico, onde a meditação já foi alvo de inúmeros estudos, existem dois tipos de classificação: A atenção focada e o monitoramento aberto. A primeira classificação compreende o método meditativo de focar voluntariamente em algo como palavras (mantras), respiração, objeto, imagem ou pensamento. Já a segundo classificação é o contrário: trata-se de uma observação passiva da experiência que ocorre durante o transe ou o momento de concentração.

Algumas das práticas meditativas mais conhecidas são:

  • Foco em um único objetivo, palavra, ponto específico, respiração ou no próprio corpo;
  • Expansão dos sentidos e da energia;
  • Aquietar a mente através do silêncio profundo;
  • Contemplação de sentimentos e emoções;
  • Alcançar estados superiores de consciência;
  • Desenvolvimento ou aprimoramento de qualidade como criatividade, concentração, atenção e assim por diante;
  • Pensamento direcionado para um tema específico;

Agora que você já sabe o que é meditação, vamos conversar um pouco sobre algumas curiosidades dessa prática que você, possivelmente, não sabia!

#5 – Meditação não precisa ser imóvel

Se quando você pensa em um meditador sua cabeça é rodeada de imagens de Yogis, sentados no alto de montanhas meditando sentadinhos na posição da flor de lótus. Sinto muito. A realidade dessa prática pode ser bem diferente.

Aliás, pode inclusive estar relacionada à dança.

A meditação tântrica foi uma técnica criada por OSHO, um dos mais importantes gurus indianos para nós, aqui no ocidente.

Suas práticas ficaram muito populares, principalmente por conta de sua abordagem leve, amorosa e sensível do Tantra.

A Meditação Ativa integra as práticas meditativas à atividades físicas como dançar, pular, movimentos com os braços e assim por diante.

É algo muito lindo e intenso, pois ativa diretamente nossa energia kundalini, a mais forte que possuímos em nosso corpo, pois quando ela a liberada em nossa pelve e sobe por todos os os chakras e ao chegar ao topo desperta para iluminação e consciência plena.

#4  – A meditação aprofunda os laços de um casal

meditação em casal

Esse é um fato que pouquíssimas pessoas sabem. Mas, a meditação tântrica à dois, também conhecida como Sexo Tântrico aumenta os laços do casal, mesmo quando não há qualquer ato puramente sexual como nudez ou penetração.

O simples fato de ambos ficarem em posições tântricas como a Yab Yum, respirando profundamente, fazendo sons e movimentando suavemente os corpos como um pêndulo, isso já é suficiente para estreitar os laços do casal, aumentar a intimidade e melhorar a qualidade do sexo.

 

 

 

#3 – A meditação não precisa ser longa

É claro que quanto mais tempo meditando, mais sua mente ficará clara. No entanto, não é preciso passar duas horas por dia de olhos fechados fazendo diversos tipos de práticas meditativas. Pelo contrário.

De 5 a 10 minutos por dia já é o suficiente para começar a colher os resultados em semanas.

Aliás, aí entramos em nosso próximo tópico!

#2 – Poucos dias de meditação já te dão resultado!

Um estudo publicado na revista de ciências Consciousness and Cognition em 2010, pesquisadores descobriram que com apenas 4 dias de meditação já era possível colher os primeiros sintomas positivos como melhora de humor e da capacidade cognitiva.

Além disso, também melhorou o processamento visuoespacial, reduziu a fadiga, a ansiedade e melhorou a memória.

Mas vale lembrar: esses são apenas os benefícios INICIAIS. O aprofundamento nas práticas da meditação tântrica traz ainda mais benefícios e níveis inclusive físicos.

# 1 – A meditação muda seu corpo físico

Além de mudar sua mente, emocional e energético, a meditação também atua diretamente sobre nosso corpo físico. Melhorando, inclusive, nossa imunidade. Além de contribuir para a prevenção e tratamento de doenças como hipertensão, depressão e assim por diante.

Essa foi a conclusão que chegou o estudo de 2003 publicado pela Psychosomatic Medicine, após estudar profissionais durante 8 semanas de meditação, com apoio de um grupo de controle que não meditava.

Essa comparação é muito importante para identificar as diferenças entre os que aqueles que praticam a meditação e os que não, sendo assim, o estudo passa uma análise mais profunda.

E no final, adivinhem qual foi o resultado? O grupo meditador tinha mais anticorpos dos que não meditavam.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *