Segundo culturas orientais ancestrais, o sexo é o momento onde você pode atrair o máximo de luz para a terra.

Não estamos falando aqui do sexo para a procriação, que também é muito importante, mas estamos falando do sexo pelo prazer, pela união do casal.

Agora, para receber toda esta luz através do sexo, nós temos que entender que existe o sexo para a procriação,
o sexo para o prazer e um meio termo entre esses dois tipo de sexo.

No sexo para a procriação, é muito importante que no momento da concepção, o homem e a mulher estejam tendo vibrações elevadas, ou podemos dizer no estado que chamamos de “no mind” (sem mente), num estado meditativo.
Dessa forma, a alma que é canalizada na concepção, vai variar de acordo com os pensamentos e sentimentos tidos durante o ato sexual e principalmente durante o orgasmo.

Já o sexo pelo prazer, é importante que ele não seja apenas pelo prazer corporal. Quando fazemos sexo apenas visando um prazer corporal, saímos daquela relação sentindo que tem alguma coisa errada, as vezes chegando até a sentir com um vazio existencial, não nos sentimos bem, cheios de amor e plenos (mesmo quando atingimos o orgasmo), como deveríamos nos sentir, visto que o sexo é o maior meio natural de nos conectar com a luz divina. E aqui não estamos falando de sexo puritano, dentro do casamento, fora do casamento, homossexual, heterossexual…Estamos falando de qualquer tipo de sexo que seja feito com a consciência adequada.

 

O que seria a consciência adequada durante o sexo?

O sexo tântrico propõe que nós estejamos completamente presentes e conscientes na hora do ato sexual. A conexão com o parceiro ou com a parceira, o sentimento de não querer o prazer só para si, de querer satisfazer o outro também, o desejo de se misturar com o outro, de comunhão… Tudo isso é muito importante da hora do sexo e não apenas um mísero orgasmo corporal, que se não for feito com a consciência correta traz um karma negativo.

Muitas pessoas buscam relacionamentos, parceiros e na hora do sexo vibram na vergonha, no medo, ou mesmo numa sexualidade exacerbada apenas para seduzir e satisfazer o outro. Alguns perdem a atenção e interesse e fazem até lista do supermercado na mente durante o sexo, totalmente desconectadas do ato sexual (isso acontece, é sério). Depois de um sexo assim, é quase certo que não vai rolar mais nada.

Quando fazemos sexo com presença, com entrega e amor, atraímos bençãos ao relacionamento.
O sexo começa antes de chegar na cama. Começa no olhar, na vibração (que é possível sentir), e assim, conseguimos identificar qual a qualidade dela. Então, se ainda não existe um relacionamento estável, é importante que os dois estejam abertos a ter um relacionamento, porque um sexo  com a consciência adequada, une o casal!

O tantra nos ensina algumas técnicas maravilhosas para praticar um sexo com presença, com cosciência, um sexo meditativo. Essas técnicas são importantes para casais que queiram trazer essas bençãos para o relacionamento, para pessoas que queiram começar um relacionamento já com uma vibração elevada, pessoas que sabem da necessidade de termos uma relação sexual para expansão da consciência.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *