Você gostaria de ter um relacionamento duradouro, com mais conexão, entendimento e vitalidade?

Então caiu no lugar certo.

Porque nesse artigo vou te mostrar 6 práticas que trarão mais conexão, entendimento, afeto e intimidade para o seu relacionamento.

Mas se prepare, porque a segunda prática vai revolucionar sua vida amorosa!

Júlio e Gabriela. Coordenadores do Tantra Yoga LAB

Meu nome é Júlio Marques, sou terapeuta, coach de relacionamentos e coordenador do Tantra Yoga LAB. Um espaço terapêutico especializado em relacionamentos, sexualidade e espiritualidade.

 

Então vamos lá!

A primeira prática essencial é a…

1-Conversa honesta

Muitos casais tem medo de ter uma conversa franca.

Evitam certos assuntos.

Sabe aqueles assuntos mal resolvidos, que incomodam, e que você sabe que se tocar neles a coisa pode esquentar?

Pois é.

Uma mentira do passado. Uma traição. Alguma coisa escondida. Um sapo que está na sua garganta…enfim.

Qualquer coisa que seja um assunto tabu e que você gostaria muito de poder dizer, mas não diz.

Porque esses assuntos, ao longo de uma relação, vão se acumulando. Mas uma limpeza periódica é necessária.

E esse é um momento muito oportuno para vocês olharem-se de frente, com verdade e intenção de resolver questões pendentes.

-Tá bom, Julio. Mas como ter esse tipo de conversa sem que e a gente acabe se matando?

De início essas conversas podem gerar algumas faíscas, mas a longo prazo é uma baita receita para manter a saúde do seu relacionamento.

A longo prazo é muito melhor que os conteúdos sejam libertados e solucionados do que acumulados.  Isso deve ser feito para a saúde emocional de todos os envolvidos.

E mais. Uma conversa franca não precisa ser uma conversa violenta. Para isso podem ser usados os princípios da comunicação não violenta e assertiva.

A idéia de uma comunicação não violenta e assertiva é expor seus sentimentos e os fatos que, por ventura, te levaram a sentir-se de determinada maneira. Mas sem tentar personificar um culpado.

Frases como “ naquele jantar quando aconteceu aquilo, eu me senti humilhado”,  “quando você me disse aquilo, fiquei muito decepcionada “, “naquele dia quando aconteceu isso, eu me senti abandonada”, “quando acontece isso eu me sinto rejeitado” podem ajudar o nosso parceiro a compreender o que se passa dentro da gente sem precisar culpá-lo.

A figura ao lado dá uma dica de como uma conversa pode ser não violenta.

2-Aumentar o contato físico e desenvolver intimidade sexual

O toque amoroso, como um abraço, um afago, um beijo. Esses são maravilhosos indutores de hormônios do amor, do bem estar e da felicidade.

É muito fácil caírmos na rotina e pararmos de trocar carinho e afeto.

Ainda mais quando se tem filhos e muitas contas pra pagar.

Então, se você está nesse condicionamento, cuidado! Isso pode ter um preço caro a longo prazo.

Buscar um contato físico diário e se lembrar de dar e receber carinho são essenciais para a saúde emocional e sexual da sua relação.

Outro ponto importantíssimo dentro de qualquer relação é o sexo.

A maioria dos casais não sabem ou não conhecem os principais mecanismos de prazer que existem no próprio corpo nem do corpo do outro.

Mas a energia sexual é a nossa energia vital. É a nossa energia criativa.

E a partir do uso consciente dela é possível vivenciar estados de consciência e conexão extraordinários.

E se você sente que a sexualidade é um aspecto importante na sua vida , recomendo que conheça o workshop gratuito que eu e a Gabriela desenvolvemos.

Um trabalho feito para casais que desejam aumentar sua conexão, sua intimidade de aprimorar sua sexualidade.

Para um trabalho ainda mais profundo é só clicar aqui  e ter acesso a um curso completo sobre conexão, meditação e técncias especiais envolvendo a sexualidade para casais.

Aproveite uma condição especial e surpreenda nesse dia dos namorados. Somente essa semana.

 

3-Um novo pacto e o perdão

Depois de uma conversa franca, muitas vezes ficamos machucados, porém é importante que tenhamos a intenção de seguir em frente e criar a partir dali um novo pacto em que é preciso deixar claro o que é e o que não é aceitável dentro da relação.

Peça perdão.

Perdoe.

Não há nada mais curativo do que a capacidade de pedir perdão, quando nos arrependemos de forma sincera, e quando perdoamos alguém que errou e que está verdadeiramente arrependido.

O perdão não é para os fracos. Somente os fortes são capazes do perdão. O perdão liberta e cura.

Porém…

Quando um ato de traição ou algo sério se repete periodicamente é necessário colocar um limite e dar um ultimato na situação. Senão nada nunca mudará.

É preciso ter coragem, porque existem situações que não podem mais ser sustentadas. Quando alguém é desrespeitoso de forma deliberada e repetitiva é preciso colocar um fim nisso.

Tenha uma conversa franca e use do famoso “ou vai ou racha”.

4-Passar mais tempo juntos

Um casal precisa compartilhar momentos para construir um sentimento de cumplicidade.

E nada vem a calhar tanto quanto esse momento em que a humanidade está vivendo.

Muitas relações são sustentadas em projetos externos a relação a dois, como filhos, empresa…mas um tempo juntos sem que seja para lidar com essas questões externas é muito importante para a relação.

 

A maioria dos casais se desconecta não pela falta de amor, mas justamente pela falta de separarem um tempo para nutrirem a relação de forma consciente e regular.

5-Dar pequenos presentes diários

Muitos homens acreditam que dar grandes presentes, como uma big festa de casamento, uma super jóia e proporcionar grandes momentos é suficiente para nutrir uma relação.

Mas nenhum relacionamento sobrevive a indiferença e ao afastamento.

É como uma plantinha que precisa de pequenos carinhos todos os dias, pequenas regas, podas, cuidados diários.

Um relacionamento não sobreviverá se passar por longos períodos de “seca afetiva”.

Não adianta você cuidar de uma planta enchendo-a de fertilizantes e água somente uma vez por ano.

Assim também são TODOS os seus relacionamentos, seja com filhos, conjuje, pais…

Um sorriso, um elogio, um lanche, uma gentileza, um “eu te amo” sincero, fazer uma tarefa para a pessoa.

Pequenos cuidados, que podem fazer toda a diferença quando feitos de forma consistente e honesta.

6-Fazer um acordo só por 7 dias

Eis aqui um exercício prático, um pequeno desafio de 7 dias, para quem está em um relacionamento. Principalmente para aqueles que vivem uma relação de muitos anos.

Trata-se de um acordo feito entre o casal para ajustar e aprimorar sua relação.

Durante sete dias, antes de ir dormir, o casal se encontra e cada um dos cônjujes deve responder as seguintes perguntas:

O que aconteceu e que fez valer a pena o nosso casamento hoje?
Cada um deve enumerar os acontecimentos, durante o dia, que fortaleceram a relação, que nutriram e fizeram diferença positiva no relacionamento.

O que EU fiz que foi ruim hoje? Que não foi legal para o relacionamento?
Cada um, nesse momento deve faze uma AUTOANALISE e descrever para o outro aquilo que julga que poderia feito melhor. Abra-se para o outro, esteja vulnerável e diga: Hoje eu vacilei quando não te apoiei. Hoje eu poderia ter ficado com as crianças enquanto você fazia o jantar.

Se pudesse acordar hoje de manhã de novo, o que teria feito de diferente?Aqui cada um imagina o que poderia ter sido feito NAQUELE dia se pudesse recomeça-lo. Como seria um dia perfeito para vocês? Imaginem, sonhem…

 

E depois dos sete dias, deixe aqui embaixo sua opinião. Vamos adorar ler o que você tem anos dizer!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *