• contato@tantrayogalab.com.br

Aborto Legal e Seguro Para Todas


Pensei muito se escreveria esse texto ou não.

 

Aborto sempre é um assunto polêmico, mas cada vez mais podemos encará-lo de frente e conversar abertamente sobre esse assunto que é tabu para a maioria, até por aquelas ditas feministas, mulheres abertas, tântricas e etc.
O pior de tudo no caso de abortar é ser julgada, condenada, humilhada… sem falar na questão da saúde, que precisa ser urgentemente acessível a todas! Aborto seguro e legal para todas!

Essa questão te diz respeito

Porque você pensa que se cuida muito, que nunca vai passar por uma situação dessas, pensa que essa questão não te diz respeito. Pelo seu medo de se posicionar, pela sua incapacidade de olhar para a questão sobre outro prisma, completamente diferente do que constantemente temos olhado, que é o da culpa e do pecado, você esquece das suas irmãs. Mulheres como eu e como você que as vezes tem que optar.

O indesejável

Deixa eu te contar que eu conheço muitos casos de pessoas nascidas de camisinhas furadas, de pílulas esquecidas, até de DIU que não fizeram efeito. Meu marido é fruto de uma camisinha furada, minha filha da falha de uma pílula do dia seguinte…
Há casos em que seguramos a barra e dá tudo certo. Não imagino minha vida sem meu marido e minha filha.
Mas há casos que dá muito errado, que o cidadão é obrigado a nascer, pois o aborto no Brasil, por exemplo, é ilegal e essa criança indesejada vira o indesejável.

Aborto é legalizado

Morando em Portugal esse ano eu pude sentir o que é viver em um país onde o aborto é legalizado. Qual o tratamento que uma mulher recebe, gratuitamente, quando deseja interromper uma gravidez. Eu vi esperando na sala de atendimento como são as mulheres que estão passando pela mesma situação. Elas não tem cara, elas são executivas, meninas, mães…São mulheres.

Eu pensava em escrever um texto para acabar com o estereótipo da mulher que faz um aborto. É como se só fosse capaz de fazer um aborto uma mulher sem Deus no coração, uma mulher sem carinho, desumana. Uma mulher irresponsável. Que mentira! E nós sabemos porque sempre conhecemos alguém que já passou pela situação ou nós mesmas. Nós não somos robôs, falhas acontecem nas relações entre homens e mulheres, mas quem carrega o peso no corpo somos nós, só nós somos  julgadas.

Bênção divina

Porque eu não gosto da ideia de tomar hormônios sintéticos, não posso imaginar um objeto estranho com cobre dentro do meu útero e meu marido se recusa a fazer a vasectomia. Nós usamos métodos naturais como o método Billings. Mas algo aconteceu e engravidei menstruada e ainda amamentando. Eu podia ver como um sinal, uma bênção divina. Mas estava sendo meu pior pesadelo. Eu fiquei fraca, deprimida, meu leite secou, meu bebê de 2 anos ficou mais difícil que nunca. Eu resolvi ver como uma bênção divina eu estar em Portugal, onde o aborto é legalizado e gratuito e ter descoberto essa gravidez quando o procedimento ainda era em tempo.

Como disse o Papa Francisco: “É melhor ser ateu do que ir a igreja e odiar os outros.” eu vou parafrasear dizendo que: É melhor abortar do que ter uma criança e não amá-la ou cuidá-la ou não ter condições de dar uma vida digna a ela. E ainda tem casos muito piores como estupros, por exemplo, e a mulher não pode nem decidir o que fazer! Isso é um absurdo. Agora seja qual for o caso, a mulher tem que poder decidir sobre seu próprio corpo.

Crença sobre a vida

O que me fez decidir mesmo por escrever esse texto foi minha indignação com uma pessoa. Uma “amiga” dita terapeuta, que se julga numa consciência elevada e que se sente a vontade para “terapeutizar” pessoas que nunca pediram por isso. Deixa eu explicar. Cada um de nós tem uma crença sobre a vida, sobre alma, encarnação. Uma mulher pode não sentir culpa nem remorsos em abortar, enquanto outra vai precisar de apoio psicológico. Quando alguém fala abertamente sobre o aborto, sobre ter abortado, normalmente essa pessoa está bem resolvida com aquilo. Ela não está pedindo absolvição, ajuda ou qualquer coisa do gênero.

Eu já tive dúvidas sobre o quão certo era o aborto, se devia ser legal ou não. Hoje eu tenho a certeza de que quem dá valor as coisas somos nós. Quem significa uma experiência como boa ou má, somos nós.
Lembram da cena do filme Avatar, da Neytiri iniciando o Jake? Depois de Jake caçar e matar de forma
limpa e rápida, respeitando aquele ser, o olhando nos olhos como um caçador experiente Na’vi, ela diz: Você está pronto.
Entendem? A questão aqui é como a coisa é feita.

Problema x Solução

O aborto não é método contraceptivo, ninguém faz aborto super feliz gostando do que está fazendo ou por hobbie,
mas quando uma mulher está numa posição em que é necessário, ela tem que fazer isso com dignidade, com respeito. Tem que sentir o apoio do companheiro, dos pais. Não pode se sentir julgada, humilhada. Ela está sendo forte, suportando a dor para que a harmonia possa ser mantida. É uma escolha consciente, um sacrifício.

Lidem com o fato de que estamos no século XXI e que o aborto é pauta no mundo todo, já legalizado
em muitos países. Assim também o era na antiguidade, porém sem a segurança médica envolvida como temos
hoje. Lidem com o fato de que nem todas veem tudo como um problema e conseguem ver como solução.
Lidem com o fato de que muitas mulheres são fortes e decididas.

Verdade velada

Tem mulheres fortes que ultrapassam as dificuldades, seja tendo filhos, que não é fácil (eu tenho 2),
seja abortando, que também não é fácil, mas na maioria das vezes sensato. Agora tem mulheres que simplesmente
não se arriscam, que passam a vida tentando manter uma pose de dignas ou de terapeutas ou de evoluídas,
de responsáveis e assim, não vivem. Mulheres que experimentaram muito pouco, que quase não ouvem, mas adoram falar. Adoram dar um jeito de dizer como o outro deve sentir, viver, comer. Expor tudo isso não é fácil, mas eu sinto que é necessário que as mulheres se abram e revelem ao mundo essa
verdade velada, para que todas possam ter o direito de escolher sem serem julgadas.

Existe vida pós aborto

Eu sou grata por ter saído de um buraco negro, por voltar a ser feliz com minha família. E posso dizer que existe
vida após o aborto, existe relacionamento após o aborto quando existe amor. A felicidade é só questão de ser, mas é muito mais fácil
quando você tem um respaldo médico e gratuito. Aborto legal e seguro para todas já!


Posts Relacionados


Massagem tântrica: o que ninguém te contou.

Massagem tântrica: A palavra Tantra vive envolta por mistérios e incompreensões. Vem normalmente acompanhada de promessas, magia e fantasias relacionados a sexualidade. Afinal de contas: é possível experimentarmos orgasmos de corpo inteiro? Orgasmos que podem durar 20, 30, 40 minutos?É possível, para um homem, ter orgasmos múltiplos? E Orgasmos secos? É uma pena que essa […]


Da Depressão ao Êxtase

  O Tantra lida com o desenvolvimento humano trazendo harmonia, paz interior e felicidade. Como tem a capacidade de tocar diferentes partes da psique humana, é outro método de tratamento para a depressão. A depressão pode estar alojada em diversos níveis do nosso subconsciente. Como surge a depressão? A depressão aparece geralmente quando há energia […]


Movimentação Tântrica em Campo Grande MS

A Movimentação Tântrica é uma síntese entre movimento e respiração, uma jornada de re-conexão com o corpo, com os sentimentos que nele residem e uma possibilidade de uma renovação através da aceitação e dos movimentos espontâneos. Aprenderemos a arriscar, a sair da zona de conforto, a se jogar na experiência e deixar que ela nos […]





Deixe um Comentário